Desenvolvimento Cognitivo na Cibercultura

Desenvolvimento Cognitivo na Cibercultura: uma análise comparativa de seriados de TV nas décadas de 1980, 1990 e 2000

Autores: Fatima Regis, Alessandra Maia, José Messias, Priscila Dantas, Raquel Timponi, Renata Silva

Resumo:

As Tecnologias de Informação e de Comunicação têm revolucionado o entretenimento contemporâneo. Pesquisadores da cibercultura (Johnson, 2005; Jenkins, 2006) defendem que as práticas instigadas pela convergência digital estimulam o desenvolvimento cognitivo de seus usuários. No entanto, há uma lacuna de investigações empíricas sobre o tema. Buscando contribuir para o preenchimento desta, essa pesquisa investiga quais competências cognitivas são estimuladas e requeridas para a fruição dos produtos de entretenimento. Para isso, analisa produtos culturais produzidos nas décadas de 1980, 1990 e 2000 que serão investigados com base em cinco categorias de competências cognitivas: lingüísticas, lógicas, sensoriais, criativas e sociais. O artigo proposto apresenta dados resultantes da análise específica de seriados.

Palavras-chave: produtos culturais; cibercultura; entretenimento; competências cognitivas; seriados de TV

Visualizar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *