Creature lives!

Creature lives! Três paradoxos sobre a experiência de realidade aumentada do álbum The Hunter

Autores:Thaiane Oliveira, Melina Santos

Resumo:

O artigo pretende analisar como as tecnologias digitais, utilizadas em campanhas de lançamento de álbuns pela indústria fonográfica, e a competência cultural [e cognitiva] dos consumidores estão em constante negociação com os produtos culturais. Para isso, aborda a campanha de lançamento dos formatos musicais de The Hunter, do grupo norte-americano Mastodon. Independente de qual formato é adquirido pelo consumidor, o álbum traz uma experiência de realidade virtual, conhecida como Realidade Aumentada (RA). A estratégia de marketing provoca uma mistura entre realidades virtual e real, transformando a cabeça do usuário na cabeça de ‘The Hunter’, criatura ilustrada na arte do CD. Parte-se da questão de que a relação entre usuário e o álbum, estabelecida através da tecnologia de Realidade Aumentada, apresenta três paradoxos em relação às experiências musicais típicas do gênero musical.

Palavras-chave: The Hunter; experiência; heavy metal; realidade aumentada

Visualizar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *