Quer tornar o seu evento épico? Proponha Imagem & Ação depois da 0h

Em maio deste ano, publicamos aqui no blog a matéria O que é um boardgame? com o intuito de explorar a origem e a consolidação dos famosos jogos de tabuleiro. A ideia foi pontuar como eles se situam entre os produtos de entretenimento que podem ajudar a desenvolver habilidades cognitivas, sendo esse, um dos interesses de pesquisa do CiberCog. Hoje, eu (Naiara Evangelo), integrante do grupo, vou compartilhar com vocês um pouco da minha experiência com o meu boardgame favorito: Imagem & Ação.

De quem foi essa ideia brilhante?
O Imagem & Ação foi criado pelo ex-garçom Rob Angel, em Seattle, nos Estados Unidos, em 1986, e foi batizado inicialmente de Pictionary. De acordo com matéria da Super Interessante, após o expediente de trabalho, Angel se reunia com os amigos e se divertia esboçando ilustrações, a partir de palavras do dicionário, para que eles adivinhassem (daí o nome original). A brincadeira acabou se tornando um dos jogos de tabuleiro mais populares do Brasil (ele foi trazido pela Grow, em 1988) e é jogado no mundo inteiro há mais de 30 anos.


Ainda não jogou?
Se você não conhece o jogo, eu vou tentar resumi-lo em 5 linhas (piada interna do CiberCog).

O objetivo é levar o peão do seu time até o final do tabuleiro. Para chegar até lá é preciso desenhar as palavras indicadas nas cartas do jogo para que seus companheiros de equipe adivinhem. Elas estão divididas em 6 categorias: P de pessoa, lugar ou animal; O de objeto; A de ação; D de difícil, L de lazer e M de mix, que pode ser uma palavra de qualquer categoria. Cada equipe tem entre 45 segundos e 1 minuto, contados pela ampulheta, para a façanha. Caso seu time acerte, ele caminha, caso contrário permanece na mesma posição do tabuleiro.

Consegui!!!!

Adaptações e criatividade: o corpo fala
Como na maioria dos jogos, adaptações são feitas pelos jogadores e a mais comum entre elas no Imagem & Ação é o acréscimo da possibilidade de mímica, além de desenhar. Afinal, nem todo mundo nasceu com o espírito de Pablo Picasso e prefere usar os gestos para a empreitada. Atentos a isso, no final do manual da versão 2, há a seção Opção de jogo “antes do início do jogo, os participantes podem optar por jogar fazendo mímicas em vez de desenhos. Essa decisão deve ser aceita por todos os jogadores. Neste caso, não será permitido fazer desenhos durante o jogo, apenas MÍMICAS!”. Percebemos, assim, como o jogo estimulou a necessidade da expressão corporal nessa dinâmica, tornando a experiência do jogo muito mais criativa.

Polllllêmica! Ainda fora das regras oficiais do jogo, outra solução
criativa para ajudar a sua equipe a adivinhar aquela palavra difícil
é a famosa DIVISÃO DE SÍLABAS e/ou PALAVRAS. Por favor, não gritem!
Se você é contra é só dizer que é dono do jogo e as regras são suas.
Aqui em casa pode, desde que não vire uma bagunça, ok?
Se você não conhece o método, ele funciona assim:
saiu na categoria A, por exemplo, a palavra “umedecer”.
O jogador então resolve fazer uma mímica dividindo a palavra.
Primeiro ele faz algo com a sonoridade UM e depois DECER.
Neste momento todo mundo vai estar gritando
loucamente, ummmmm, desceeeerrrr….UMEDECER!
(Se você tem vizinhos chatos é melhor evitar).
Nesta possibilidade de jogo, os jogadores estão exercitando
a criatividade para adaptar uma palavra a três formatos
possibilidades de apresentações – desenho, mímica ou mímica
com divisão de sílabas e palavras -, sendo elas a expressão
corporal ou a habilidade de desenhar.
 

 

Claro que já criaram versões on-line!
Em 2013, a empresa brasileira Sioux, em parceria com a Grow, lançou o Imagem & Ação Multiplayer na versão aplicativo para os sistemas operacionais iOS, android e windows 8. A diferença é que nele os desenhos são enviados para seus amigos, que precisam adivinhar o desenho. Eu tentei jogar, mas eu achei um saco! Para mim, a mágica do jogo está no socializar e, por isso, tenho proposto o jogo em eventos aqui em casa.

Finalmente, dicas da Nai!
Vem que tem, gente! Se você esteve em um dos meus aniversários nos últimos 4 anos, despedida de alguma coisa ou só uma sexta indoor, você jogou Imagem & Ação, seja por livre e espontânea vontade ou obrigado. Os mais tímidos começam devagar, mas no final estão dando o sangue para vencer. Então nem vem com o mimimi “não quero jogar”, “eu não sei desenhar” ou “estou com vergonha”, porque comigo não cola.

A minha dica é lançar o jogo depois da 0h, porque os amigos já estão mais soltinhos, mas se o evento for diurno a dica é colocar uma prenda como meta final. Porém, se os amigos forem competitivos, nem é preciso de estímulo pois eles vão se esforçar de qualquer jeito.

Definitivamente, o Imagem & Ação tem sido a melhor opção para integrar os amigos durante os eventos em casa, considerando que muitos deles não se conhecem – alguns são amigos do trabalho, outros da universidade, outros de atividade extracurriculares…Mas eu garanto, até o final do jogo, o trabalho em equipe vai fazer com que eles criem intimidade. Eu já vi um francês fazer o seu time acertar “Xuxa” sem ter ideia de quem era a famosa personalidade brasileira.

Os amigos jogando Imagem & Ação na comemoração de aniversário de 2017

Espero que tenham gostado! Estou sempre disponível para jogar, é só chamar!